Cara Em Sua Primeira Capa da Vogue

cara-delevingne-vogue-1

Oi Meninas, Tudo bem?

Na próxima edição da Vogue Americana, Cara Delevingne estreia sua primeira capa na revista.  Ela conta em entrevista, pela primeira vez, sobre seu amor pela sua namorada, a cantora St. Vicent, além de falar sobre como foi se sentir atraída por mulheres, alegando que tudo mudou quando conheceu a cantora.

No ensaio realizado pelo Patrick Demarchelier, conta com o Nat Wolff, seu parceiro no filme “Cidades de Papel” (já tem resenha aqui no blog) que estreia dia 9 de julho. Lembrando que a estreia será antes no Brasil e que o Nat e o escritor John Green estarão no país para divulgação.

cara-delevingne-vogue-9

Durante a entrevista, Cara confessa que ao 15 anos passou por uma onda de depressão e ansiedade. “Eu nunca me cortei, mas me arranhava a ponto de sangrar. Eu só queria desmaterializar e ter alguém pra me fazer desaparecer“,“Fumei muita maconha quando era adolescente, mas eu era totalmente consciente com ou sem drogas“, afirma. Para tentar se livrar da doença, a modelo teve vontade de ser atriz. 

cara-delevingne-vogue-3

Ser modelo surgiu de um convite de um amigo de seu pai, um agenciador, porém, mesmo começando uma carreira, Cara ainda era infeliz. Foi tão sério que a modelo já quase chegou a se suicidar “Era tipo, se nada é bom por muito tempo, eu prefiro destruir isso. Eu estava fazendo as malas e, de repente, eu só queria acabar com aquilo. Eu tinha uma solução, e estava bem na minha frente“, conta.

Ela só não chegou às vias de fato porque uma música que tocou no funeral de um amigo começou a tocar no seu computador. “Foi como se fosse um aviso dele pra mim, e isso me deixou furiosa comigo mesma“.

cara-delevingne-vogue-4cara-delevingne-vogue-2 cara-delevingne-vogue-7 cara-delevingne-vogue-5 cara-delevingne-vogue-10

A revista também divulgou um vídeo muito legal, onde diversos amigos da modelo falam sobre sua amizade. No vídeo tem Taylor Swift, Nat Wolff, Pharrell Williams, Kendall Jenner, Rebl Wilson, Selena Gomez, Gigi Hadid, Ben Stiller entre outros.

Bjss

001

Músicas Apaixonadas

Oi Meninas, Tudo bem?

Como hoje é dia dos namorados, fiz uma playlist com várias músicas românticas, assim vocês podem curtir o dia apaixonadas .

Ed Sheeran – Photograph

Começando com o muso do amor.

Jota Quest – Só Hoje

Minha banda brasileira favorita

Jesse McCartney – Beautiful Soul

John Mayer – Daughters

Robin Thicke – Still Madly Crazy

Adoro essas crianças nesse clipe

Rihanna – Hate That I Love You ft. Ne-Yo

Taylor Swift – Everything Has Changed ft Ed Sheeran

Taylor Swift – Love Story

Lee McDougall – Falling In Love For The Last Time

Usher- My Boo ft Alicia Keys

Contem qual vocês mais gostam!

Bjs

001

 

Amor Monocromático

capaaaa

Eu não quero mil rosas roubadas, muito menos um perfume que todas estão ganhando. Não quero aquela blusa da moda ou o best-seller do momento, muito menos o modelo de aliança mais vendido das lojas. Tudo isso é tão… cinza! E eu não quero ser só mais uma namorada para você.

Preciso que tudo isso seja tão único para você quanto é para mim. Necessito que você veja aquela frase grafitada no muro da rua congestionada as 7h da manhã e lembre da gente; que ouça aquela música dos anos 80 e sinta que foi feita para nós; que aquele cheirinho de milkshake com batata frita leve a sua mente a lembrar de mim. Quero um amor colorido!

São esses momentos tão únicos que criam a nossa identidade, quem somos como um todo. Se não, seríamos só mais um casal, normal, indiferente e monocromático, fazendo e sentindo tudo aquilo que todos os outros milhares de casais no mundo fazem e sentem. E nós não somos só mais um.

Giovanna

Meu romance preferido

Processed with VSCOcam with f2 preset

É fácil olhar para a grama do vizinho e preferi-la por ser mais verde, saudável e bonita. O desafio é olhar para a sua grama e dizer que ela é a sua favorita, apesar de não ser a mais perfeita. Nessa história toda, substituir a grama pelo seu relacionamento pode dificultar ainda mais as coisas após algum tempo. Mas foi ao longo desse tempo que eu aprendi a me apaixonar pela gente.

No começo é fácil! Tudo é novidade, não enxergamos os defeitos (ou até ignoramos eles) e para todos que perguntam, tudo sempre está nas mil maravilhas! Com o passar dos meses/anos a gente tem que aprender a se reapaixonar por tudo, não só um pelo outro. Hoje eu olho para o nosso namoro e digo que nós somos o nosso casal favorito, aquele que eu “shipo” para durar para sempre, apesar das brigas, desentendimentos, tristezas e desavenças. E ao olhar ‘a grama do vizinho’ não a vejo como mais verde ou mais saudável. Tudo isso porque quando estamos juntos minha vida ganha outro sentido. Passo o dia inteiro esperando o momento de te encontrar para te dar um beijo e contar como foi meu dia, reclamar de toda a rotina, tirar a fantasia que visto todo o dia, poder ser eu mesma, rir das suas babaquices, cantarolar tudo errado e ver você me corrigir, ter uma discussão boba por qualquer coisa irrelevante e poder, enfim, deitar ao seu lado e suspirar.

Os nossos momentos mais felizes de que me recordo, não são os melosos, cheio de clichês e romantismo cinematográfico. Não, são aqueles nos quais nos acabamos de gargalhar até perder o ar, quando brincamos como se fossemos duas crianças de 5 anos e todos olham torto para gente, quando saímos de pijama por aí sem ao menos ligar para o que vão pensar de nós, quando passamos horas jogando juntos e nem vemos o tempo passar, quando adormeço no começo do filme que eu insisti tanto para ver tendo a certeza que você vai se irritar, quando dançamos juntos de maneira ridículas apenas para nos divertirmos, quando conto sobre algum filme/livro inteiro com todos os detalhes imagináveis mesmo sabendo que você não tem interesse algum e ainda exijo sua total atenção e, principalmente, (talvez o mais romântico, porém o que mais me faz feliz) quando deitamos juntos e eu encaixo meus dedos dos pés no seus para poder dormir em paz.

Percebo, enfim, que nós somos meu romance favorito justamente por não sermos românticos! E, sim, por sermos autênticos, amigos, amantes, companheiros, namorados, casados, crianças, adultos e até um pouquinho rivais (só às vezes!). Mas são por todas essas coisas que eu amo estar junto à você!

Giovanna