O sintoma da Cinderella à meia noite

c2

  A fada madrinha nunca foi tão bondosa ao estabelecer um prazo final para a sua magia. Cinderella se encantou com o que viu, a vida entre a nobreza, o privilégio que recebeu em ter uma roupa maravilhosa e um cabelo magnificamente arrumado. Teve, por horas,o melhor da vida:  foi vista, respeitada, amada, desejada, feliz.

  E então entra a maldade: os sinos tocam e já é meia noite. O que era doce se acabou. A tristeza aparece de uma forma inimaginável, a desilusão é grande demais para ela. Por que, fada madrinha? Por que mostrar a ela que a vida podia ser muito melhor do que o que ela tinha antes?

  Antes, pelo menos, ela aceitava ser pobre, escravizada e mal tratada. Antes ela não sabia como era ser feliz de verdade, portanto, a felicidade era aquilo que ela vivia. Agora, senhorita fada, a pobre coitada tem do que se lamentar. Viu com os próprios olhos a vida que poderia levar se fosse rica, se fizesse parte da elite. Agora lá está, a menina que antes cantava para os camundongos, chorando pelos cantos. 

O encanto acabou.

Giovanna

By Silence

aa2

Palavras vêm e vão
e, por um segundo,
tenho todas elas em minhas mãos

Mas não posso contá-las a ti
pois quando as tenho, a coragem me foge
se tenho a coragem
as palavras somem

Se você pudesse ler
tudo o que se passa aqui dentro
saberia muito mais do que te digo
veria tudo, tudo mesmo o que eu sinto

Cada segundo que te vejo
sempre tem algo passando
em meus pensamentos
e basta você me perguntar “o que foi? ”
para as palavras espantar

Se raro é o momento
e consigo me expressar
falo com o coração
e torço para não errar

Não consigo pensar
quando o assunto é você
apenas sinto, respiro
e digo.

Digo que te amo
que te quero, te desejo
acredite quando te falo,
te abraço e te beijo.

Porém, na maioria das vezes
opto pelo silêncio
e ele sempre dirá muito mais
e será mais verdadeiro.

Giovanna

Amor Monocromático

capaaaa

Eu não quero mil rosas roubadas, muito menos um perfume que todas estão ganhando. Não quero aquela blusa da moda ou o best-seller do momento, muito menos o modelo de aliança mais vendido das lojas. Tudo isso é tão… cinza! E eu não quero ser só mais uma namorada para você.

Preciso que tudo isso seja tão único para você quanto é para mim. Necessito que você veja aquela frase grafitada no muro da rua congestionada as 7h da manhã e lembre da gente; que ouça aquela música dos anos 80 e sinta que foi feita para nós; que aquele cheirinho de milkshake com batata frita leve a sua mente a lembrar de mim. Quero um amor colorido!

São esses momentos tão únicos que criam a nossa identidade, quem somos como um todo. Se não, seríamos só mais um casal, normal, indiferente e monocromático, fazendo e sentindo tudo aquilo que todos os outros milhares de casais no mundo fazem e sentem. E nós não somos só mais um.

Giovanna

Meu romance preferido

Processed with VSCOcam with f2 preset

É fácil olhar para a grama do vizinho e preferi-la por ser mais verde, saudável e bonita. O desafio é olhar para a sua grama e dizer que ela é a sua favorita, apesar de não ser a mais perfeita. Nessa história toda, substituir a grama pelo seu relacionamento pode dificultar ainda mais as coisas após algum tempo. Mas foi ao longo desse tempo que eu aprendi a me apaixonar pela gente.

No começo é fácil! Tudo é novidade, não enxergamos os defeitos (ou até ignoramos eles) e para todos que perguntam, tudo sempre está nas mil maravilhas! Com o passar dos meses/anos a gente tem que aprender a se reapaixonar por tudo, não só um pelo outro. Hoje eu olho para o nosso namoro e digo que nós somos o nosso casal favorito, aquele que eu “shipo” para durar para sempre, apesar das brigas, desentendimentos, tristezas e desavenças. E ao olhar ‘a grama do vizinho’ não a vejo como mais verde ou mais saudável. Tudo isso porque quando estamos juntos minha vida ganha outro sentido. Passo o dia inteiro esperando o momento de te encontrar para te dar um beijo e contar como foi meu dia, reclamar de toda a rotina, tirar a fantasia que visto todo o dia, poder ser eu mesma, rir das suas babaquices, cantarolar tudo errado e ver você me corrigir, ter uma discussão boba por qualquer coisa irrelevante e poder, enfim, deitar ao seu lado e suspirar.

Os nossos momentos mais felizes de que me recordo, não são os melosos, cheio de clichês e romantismo cinematográfico. Não, são aqueles nos quais nos acabamos de gargalhar até perder o ar, quando brincamos como se fossemos duas crianças de 5 anos e todos olham torto para gente, quando saímos de pijama por aí sem ao menos ligar para o que vão pensar de nós, quando passamos horas jogando juntos e nem vemos o tempo passar, quando adormeço no começo do filme que eu insisti tanto para ver tendo a certeza que você vai se irritar, quando dançamos juntos de maneira ridículas apenas para nos divertirmos, quando conto sobre algum filme/livro inteiro com todos os detalhes imagináveis mesmo sabendo que você não tem interesse algum e ainda exijo sua total atenção e, principalmente, (talvez o mais romântico, porém o que mais me faz feliz) quando deitamos juntos e eu encaixo meus dedos dos pés no seus para poder dormir em paz.

Percebo, enfim, que nós somos meu romance favorito justamente por não sermos românticos! E, sim, por sermos autênticos, amigos, amantes, companheiros, namorados, casados, crianças, adultos e até um pouquinho rivais (só às vezes!). Mas são por todas essas coisas que eu amo estar junto à você!

Giovanna

In 2015, I wish…

capa

Oi Meninas, Tudo bem?

Para iniciar o ano, nós da equipe TCS, queremos contar como foi o nosso ano de 2014 e o que desejamos para 2015.

Giovanna: 2014, para mim, foi um ano bem dividido. Claro que tiveram seus lado bons, conheci pessoas incríveis (né, Marcela? cof*cof*), tive momentos maravilhosos e realizações que eu tanto esperava. Porém foi um ano de adaptação e grandes mudanças, algumas pelas quais eu nunca quis passar. Como passei por poucas e boas, em 2015 eu espero do fundo do meu coração que tudo aconteça para o bem, para a minha felicidade e das pessoas que me cercam. Espero que a minha vida na parte profissional deslanche para áreas do meu gosto e que eu consiga ter sucesso em tudo que colocar as mãos. Também desejo que seja um ano tranquilo e de muitas realizações, não quero grandes mudanças, prefiro estabilidade no momento, em todas as coisas. Espero, ainda, conseguir me voltar para mais trabalhos voluntários e conseguir alcançar uma paz interior maior do que eu já tenho tido. Por fim, desejo a todos um ano de grandes conquistas e felicidades, boas realizações, muito sucesso e paz! Nunca fui de ter muitas esperanças em um novo ano, para mim era apenas um novo dia mas, 2015 que me aguarde!

Marcela: Eu só tenho o que agradecer por 2014. Foi, de longe, o melhor ano da minha vida. Entrei na faculdade dos meus sonhos, no curso que sempre quis fazer, consegui o meu primeiro emprego em um lugar incrível, fiz amizades que vou carregar pro resto da vida (Gi Linda!!) e cultivei as que sempre me acompanharam. Posso dizer que terminei o ano muito realizada. Na minha lista de pedidos e metas para 2015, desejo que tudo de bom que aconteceu em 2014 se repita em 2015. Quero que neste ano eu consiga ser mais organizada, porque sou completamente o oposto. Espero que tudo ocorra bem para a minha família e meus amigos. Que este ano seja focado numa vida mais saudável. Desejo aproveitar mais o ano. 2015 será O ano!!!

Desejamos a todas leitoras e leitores do The Classic Street um ótimo Ano Novo. Que 2015 seja incrível!

Bjss

009

Beach, bitch!

b1

Final de ano chegou, em casa que eu não vou ficar! (mas vou trabalhar) E você, que já está de férias e planejou uma viagem deliciosa para fazer neste fim de ano, está animado? Esse verão está perfeito para os apaixonados por praia: Sol de rachar o dia todo, noites quentes para aproveitar e chuvas que não duram 30 minutos para não atrapalhar nenhum plano!

b2

Pensando nisso, trouxe algumas imagens para inspirar o verão de vocês, viajantes! Na minha cabeça, não há férias sem fotos, não há praia sem fotos, não há momentos especiais sem fotos. Sempre fui a favor de uma boa fotografia para registrar aquele momento incrível para sempre, poder guardá-lo e relembrar sempre da melhor forma possível. E, claro, a praia é um lugar que faz com que eu tenha vontade de tirar um trilhão de fotos para que assim eu possa admirar a paisagem enquanto estou viajando e, depois, durante o ano todo, ter aquela imagem me recordando dos bons momentos que tive nela e me dando mais vontade de voltar a cada minuto.

b3b4b5b6b7

Confesso que não sou fã número um de praia em si, porém amo paisagens bonitas e só de pensar em ficar em uma sombrinha, lendo um livro tranquilamente, ouvindo uma música boa e tomando minha água de coco em um local incrível, dá vontade de largar tudo agora e ir morar lá pra sempre.

b8b9b10b11b12

Btw, acho que quem faz o lugar são as pessoas e experiências que temos nele e, viajar com quem você gosta e curtir até o fim é algo que não tem preço mesmo. Estou louca para que minhas férias cheguem definitivamente e poder relaxar ao lado das pessoas que eu amo!

Você prefere praia ou interior? Ou até viajar para fora do Brasil? Como seriam as SUAS férias perfeitas?

Giovanna

Faltava você

a'

Os poucos raios de Sol que perfuravam a janela batiam no meu rosto, aquecendo onde antes estava gelado. Abri os olhos com dificuldade, a preguiça impedindo que meus movimentos fossem rápidos ou até mesmo normais. Juntei todas as forças do mundo e estiquei o braço para alcançar meu celular na prateleira. A luz da tela ofuscou minha vista que, aos poucos, foi voltando ao normal e tentou acertar o foco no celular.

7:00 era o que estava lá. Tudo parecia bem, mas faltava alguma coisa. Faltava ter acordado com uma mensagem sua me desejando um bom dia, dizendo que me ama e que não vê a hora de me encontrar; que sente a minha falta, das minhas chatices e do meu jeito de falar. Faltava você do meu lado, me acordando com um beijo, algum carinho e um “bom dia” dito baixinho no pé d’ouvido. Faltava aquele abraço apertado, os olhos nos olhos e os dedos entrelaçados. Mas, acima de tudo, faltava eu acordar.

Giovanna